Relatos segmentados


Olá galera. Já era hora de retirar as traças daqui. A verdade é que sempre há coisa demais para escrever, mas é lógico, a preguiça costuma vir na frente.

Como sabem, no início do mês eu deveria estar de volta para o Brasil mas meu estágio foi prorrogado. Pois sim, sem novas prorrogações pois é legalmente impossível, no meio de dezembro estarei de volta.

Quanto ao que interessa, evidentemente que eu tenho muita coisa sobre diversos assuntos para escrever, mas para não fazer outro daqueles posts quilométricos resolvi segmentar. Falarei de um pouco de tudo desde que cheguei mas começarei pelo tema IDIOMA.

Relato de viagem: IDIOMA
Para começar, aqui na Cataluña não existe o idioma espanhol, mas castellano, e ainda que os catalães também o aprendam, o idioma oficial é o Català. Não entrarei em detalhes quanto à isso, por várias questões históricas as muitas pessoas aqui se sentem ofendidas se tentamos falar com elas em castellano e se negam veementente em responder neste idioma.

Quanto ao espanhol castellano, ainda que eu tenha tentado enganar-me, antes de vir para cá eu não tinha o espanhol intermediário como era preciso. Sabia o pouco que havia aprendido na escola em 1 ou 2 anos que passei apertado pelas provas e por um curso intensivo que comecei a fazer 3 meses antes da viagem, ainda quando esta era só uma possibilidade.

Mesmo assim eu não cheguei a ter dificuldade com o idioma, acho que por dois motivos:
1º: muita conversa. Apesar do baixo nível no idioma eu aproveitava e inventava oportunidades para conversar. É muito encontrar com senhores e senhores de idade nas ruas e conversar com eles sobre qualquer assunto. Aprendi um bocado da política e história da Espanha graças à isso.
2º: o mais óbvio, televisão. O bacana é que a gente aumenta o vocabulário sem perceber, ainda que a televisão aqui também esteja um lixo. Aqui há um programa que é o melhor não humorístico que eu me lembro ter visto, Espanhóis no mundo, mas depois se lembrar falo pouco mais sobre ele.

Quanto ao català, com este sim eu tive uma pequena dificuldade. Se tiverem curiosidade de entrar no site (http://www.ccmaresme.cat) verão que o idioma é bem diferente do espanhol, na escrita lembra muito o francés. Meu estágio é em um órgão público de “la generalitat” onde todos documentos são em català. Como tive que estudá-los acabei assimilando muita coisa. Hoje não sou capaz de falar mas o entendo razoavelmente, na escrita ou na conversação.

Por último (acho que não sei fazer posts pequenos) tenho a falar sobre o inglês. Eu realmente não imaginava que teria oportunidade de treiná-lo, mas por um tempo usei-o mais que o espanhol. Entre os outros estagiários que vieram pela IAESTE e estão na Espanha, a língua oficial é o inglês. Isto foi uma das coisas mais bacanas. No primeiro dia que falei em inglês, eu já tinha passado alguns dias conversando em espanhol, assim tive muita dificuldade para falar qualquer palavra em inglês, mesmo as mais simples, só saía espanhol. O contrário também aconteceu, depois de um fim de semana falando em inglês foi difícil encontrar palavras em inglês pois só saía espanhol.

Como disse antes, se tive alguma dificuldade aqui, o idioma não foi uma delas. Claro, ainda hoje eu não falo espanhol ou inglês fluentes, mas com certeza me viro muito bem numa conversa, principalmente com espanhol. Também não passei aqui tempo suficiente para falar em espanhol quando queria falar português, mas algumas palavras que eu não usava em português e uso muito em espanhol causam certa confusão.

Bom, espero que até breve.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: